Preços das casas devem subir em Portugal - (primepropertiesmadeira.com)

Os preços das casas devem subir!


De acordo com um relatório recente realizado pela agência americana de classificação financeira Standard & Poors (S&P) que analisou o mercado imobiliário de dez países europeus - Bélgica, França, Alemanha, Irlanda, Itália, Holanda, Portugal, Espanha, Suíça e Reino Unido, os preços dos imóveis em Portugal devem subir 9,5% este ano, o que significa que Portugal, juntamente com a Irlanda , serão os países europeus com o aumento mais acentuado dos preços dos imóveis.

A S&P prevê que apenas no Reino Unido os preços das casas permanecerão os mesmos este ano, com aumentos em todos os outros países até 2021. Por outro lado, Portugal permanecerá entre os países com maiores aumentos.

Embora a construção de imóveis esteja aumentando aqui, a forte demanda – nacional e internacionalmente – está criando uma escassez de moradias. Espera-se que os preços subam 9,5% este ano, desacelerando para 7% em 2019, 6% em 2020 e 5% em 2021. Em 2017, os preços aumentaram 10,5% e 7,7% em 2016.

No entanto, a S&P acredita que o mercado português "permanece acessível", com "uma relação preço-lucro ainda 7% abaixo da média de longo prazo" e que "a oferta limitada aliada à forte demanda interna e externa está alimentando a inflação dos preços das casas".

A S&P espera que o crescimento econômico de Portugal permaneça "sólido" este ano, apesar de uma desaceleração em relação a 2017, apontando para um aumento de 2,3% do PIB.

Conclui-se que o mercado imobiliário português deve "permanecer dinâmico nos próximos anos, apoiado pela geração de empregos e aumento da renda, bem como pela demanda externa".

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência de usuário. Ao usar o site, você confirma que aceita o uso de cookies de acordo com nossa política de privacidade.   Saiba mais