Reforma Portugal

Iniciar a aposentadoria em Portugal é uma escolha cada vez mais popular e sábia para expatriados, e as razões são abundantes. Com seu clima encantador, paisagens pitorescas e alto padrão de vida, Portugal destaca-se como um excelente destino para a aposentadoria. Além de seu charme natural, Portugal oferece um sistema de aposentadoria e incentivos fiscais que o tornam especialmente atraente para aposentados do exterior. Neste guia, exploraremos os fundamentos de se aposentar em Portugal, abordando aspectos importantes como pensões, cobertura de saúde, custo de vida e o atrativo regime fiscal de Residente Não Habitual (NHR).

O Sistema de Aposentadoria Português

Renomado por seu clima ensolarado, costas deslumbrantes e rica história, Portugal possui um sistema de aposentadoria robusto. Operando principalmente em um esquema de contribuição conforme o uso, este sistema oferece benefícios significativos aos aposentados. Para compreender plenamente suas vantagens, é essencial entender sua estrutura e funcionamento.

No centro do sistema de aposentadoria português está o sistema de Segurança Social, conhecido como Segurança Social. Tanto os empregados quanto os trabalhadores independentes são obrigados a fazer contribuições regulares sob este esquema. Essas contribuições são então redistribuídas como pensões de aposentadoria para os atuais aposentados, criando um modelo sustentável de "contribuição conforme o uso".

Para os empregados, a taxa de contribuição padrão é de 34,75% do salário bruto, com o empregador contribuindo com 23,75% e o empregado com 11%. Os trabalhadores independentes, por outro lado, contribuem entre 21,4% e 25,2% de sua renda. Essas contribuições não apenas garantem benefícios de pensão, mas também cobrem licença temporária por doença, desemprego e licença parental.

Um aspecto vantajoso do sistema de aposentadoria português é sua inclusividade. Expatriados que residem em Portugal podem contribuir e podem ser elegíveis para uma pensão portuguesa. Para se qualificar, é necessário atender a requisitos específicos, principalmente ter pago contribuições por pelo menos 15 anos e ter no mínimo 66 anos e cinco meses, a idade atual de aposentadoria integral.

O valor da pensão que você recebe geralmente depende da média de ganhos ao longo da vida e do número de anos contribuídos. Por exemplo, se você contribuiu por mais de 40 anos, pode potencialmente receber até 92% de seus ganhos de referência.

Opções de Pensão, Cuidados de Saúde e Custo de Vida

Como aposentado expatriado, você pode receber uma pensão de seu país de origem, de Portugal ou de ambos, dependendo de suas circunstâncias. Explorar acordos bilaterais de segurança social entre Portugal e seu país de origem é crucial para entender completamente suas opções de pensão.

O sistema de saúde de Portugal é altamente conceituado, oferecendo geralmente cuidados de saúde públicos gratuitos ou de baixo custo. Cuidados de saúde privados também estão disponíveis e são acessíveis, com muitos aposentados optando por um seguro de saúde privado para ter acesso a opções de cuidados adicionais.

O custo de vida em Portugal é relativamente modesto em comparação com outros países da Europa Ocidental, aumentando ainda mais seu apelo como destino de aposentadoria. Os custos de habitação são consideravelmente mais baixos, e despesas do dia a dia, como supermercado e refeições fora, são igualmente acessíveis. Escolher Portugal para sua aposentadoria promete não apenas um estilo de vida sereno, mas também uma experiência financeiramente sensata e enriquecedora.

O nosso website utiliza cookies para melhorar a experiência do utilizador. Ao utilizar o website, confirma que aceita a utilização de cookies de acordo com a nossa Política de Privacidade.   Saiba mais